Faz hoje um ano após o fim.

30 de Junho de 2009. Foi precisamente há um ano atrás. Por esta hora, já eu tinha chorado e implorado sem fim que não te precipitasses. Por esta hora, há um ano, já eu tinha dito os maiores disparates. Por esta hora há um ano, já tu tinhas terminado comigo, já o meu mundo tinha rugido, já eu tinha recebido o nosso último beijo. Fora tudo tão rápido. E pensar que dois dias antes, nada daquilo se fazia prever.
Mataste-me. Tentei vezes e meses sem conta recuperar o perdido naquela areia de verão. Tentei infinitamente provar a mudança que criei. Nada. Resultado zero.
Hoje, passado um ano, ainda sinto a tua falta, sinto necessidade de conversas que tínhamos, disparates que só nós entendíamos. Sorrisos e gargalhadas trocadas e o aconchego sossegado que em ti encontrava. Sinto a tua falta, é verdade, mas a dor, o sofrimento, já não me pertencem.
Continuas contudo, a ser o amor da minha vida, e a ti devo o que hoje sou.
Obrigada por teres feito parte de mim, obrigada por teres estado sempre a meu lado, obrigada, por mesmo depois de te afastares me teres tornado na mulher que sou hoje.
Obrigada por me teres dado vida Tiago Amorim de Magalhães 

80 Crimes sentidos:

Liliana disse...

identifico-me muito com este texto, é incrivel!

Lara disse...

apesar de todo o mal que podem fazer eles também são capazes de nos trazer muito bem e de nos fazer grandes mulheres e é isso que devemos recordar.

Isabel disse...

Que texto minha querida :')

Alguém... disse...

Passado um ano ainda sentes sentes a falta dele...é amor.
Como te percebo.

Beijinho, és uma grande mulher*

N. # disse...

Na tua memória, para sempre ficarão tudo o que viveram. *

patriciaa disse...

Adorei*

Eu? disse...

O caminho é sempre em frente, embora muitas vezes seja tão dificil segui-lo

Marta Gonçalves disse...

às vezes, a pessoa que mais nos faz sofrer, é aquela que mais nos faz crescer. força, marilena! :)

Paula disse...

É bom quando passado algum tempo de acontecimentos importantes perceber e entender o lado bom do efeito que tiveram sobre as nossas pessoas e não apenas o sofrimento que causaram é sinal que já ultrapassamos alguma coisa. (:

ana cristina disse...

sempre cresceste e tornaste-te mais forte (:

Flor. disse...

Isto comove :'| e que amor esse, que grande amor... Força querida, força!

Liliana disse...

lindíssimo *.*

diana alba disse...

São esses momentos difíceis que nos ajudam a crescer e as recordações boas ficam sempre na memória (: E um amor, é sempre um amor.

Alexandre. disse...

O amor é assim, como um adubo. Faz'nos crescer (:
Tocou'me imenso, fez'me reflectir que, um dia, eu terei que trocar o meu último beijo :s

Alexandre. disse...

Pois, acredito :s

Jessica disse...

Um verdadeiro amor nunca se esquece, mas fico feliz por saber que já não sofrer por ele, se precisares de alguma coisa podes contar comigo (:

FLÁVIOMATA disse...

És tu e eu :D

Mel disse...

sentes-te? é incrivel tudo isto(:

ana cristina disse...

e eu de ti marilena (:

Joana disse...

Amei, está lindo e sentido. E ainda bem que a dor e o sofrimento já não te pertencem e que ao menos beneficiaste de alguma coisa: seres quem és hoje :)

Cátiia Bandeira disse...

Esta mesmo lindo o texto : $$

jo disse...

Querida Marilena, está na hora de viver.
sei o que sentes, o que vives, mas para a frente é que é o caminho.

beijinhooos <3

patriciaa disse...

Obrigada (:

Emanuela. disse...

Owh.. Mas se já não sentes dor é o que importa. As memórias são mesmo isso, ajudam-nos em tudo.
Força (:

Mel disse...

percebo-te perfeitamente, também me tenho sentido assim ultimamente. Às vezes, nem as lágrimas aguentam.

Marta D'Almeida disse...

nem sabes como é bom saber disso :')
se precisares de falar tambem cá estou *

Joana ' disse...

Minha querida, venho agradecer-te o último comentário que me deixaste. É fácil escrever quando os sentimentos estão nas pontas dos dedos. E a saudade, essa que ficou depois da morte do meu amigo, faz com que cada palavra que lhe dirijo seja como um calmante. sim, porque há palavras que são ditas / escritas como remédios para corações feridos.
um beijinho querida, muita força*

Patrícia disse...

O tempo passa e o nosso sentimento por eles teima em estar presente .. estamos no mesmo barco minha mari, força força

Ariana Fonseca. disse...

Está lindo *-*

dannó disse...

fazia das tuas palavras as minhas +.+

Joana Carvalho disse...

que texto, adorei minha linda :)

Lu disse...

oh minha Mari, estas bem ? O texto esta bonito, mas eu quero que estejas bem :)

Márcia disse...

Ainda bem que já não sentes dor. Com o passar do tempo, acabamos por deixar de dar importância às más recordações e aos sentimentos maus, começamos a concentrar-nos nas coisas boas e na contribuição dessas experiências para a construção da pessoa que somos hoje.
Um ano depois de alguém te ter "morto", admitires ainda que essa pessoa é o amor da tua vida... Tens uma grande coragem e esse é um grande amor.

Gostei de ler. Beijinho e força :)

Joana ' disse...

"Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça, perdemos também o nosso coração. Ele salta para fora do peito e depois, quando volta, já não é o mesmo, é outro, com cicatrizes novas. E outras vezes não volta. Fica do outro lado da vida, na vida de quem não quis ficar ao nosso lado."
O dia em que te esqueci - Margarida Rebelo Pinto

Andei à procura deste excerto porque achei que encaixava na perfeição. Um beijinho

Alguém... disse...

E eu levo-vos a todos, e a ti, comigo nesta viagem.
Obrigada minha querida, um beijinho*

Flor. disse...

Obrigada querida, mesmo!

Susana S' disse...

este texto é mesmo bonito :)

a verdade, é que eles podem dar-nos o céu, mas tirar-nos a terra de baixo dos pés. isso não devia ser premitido.

beijinhó

- Sílvia • disse...

Força ^^

Emanuela. disse...

Obrigado pelos comentários, és uma querida (:

Sara Santos disse...

lindo, lindo *.*

Alexandre. disse...

Desculpa, mas já não aguento mais :|
Que música é esta $: ?

Lu disse...

mas quero que estejas bem em relaçao a tudo vá :)

Joana ' disse...

Oh querida, muitissimo obrigada. É bom saber que gostam do que escrevo.
Para mim a escrita é uma forma de liberdade, é como voar sem asas. Mas é sempre muito bom receber críticas, quer sejam positivas ou negativas. Dá-nos o feedback de quem nos lê.
Um beijinho e obrigada mais uma vez*

Joana Carvalho disse...

ohh porqe? eles sao tao fofinhos *.*

adoro felinos hehe

e sabes o engraçado?? tenho que é anao! ahah a irma desta loirinha *.* ahah

Alexandre. disse...

Ok, bgd *.*

Joana ' disse...

Ora essa. Tenho sim! :)
Obrigada - mais uma vez minha querida*

vanuza disse...

deve ter sido triste o que acabou, mas de certo que te deu bastante vida como o referes*

Marta D'Almeida disse...

Muito obrigada, a sério :'D

rita disse...

obrigada (:
está bonito, mesmo :')

Ariana Fonseca. disse...

Por vezes torna-se muito mais complicado do que aquilo que nós pensamos /:

Mel disse...

A mim aliviam, não sei porque(:

Joana Carvalho disse...

os meus irmaos tb sao alergicos..:x

adoro caes tb *.* aliás adoro todos os animais *.*

M. disse...

Adoreii o blog *.*
Vou seguir

Patrícia disse...

Estou contigo nessa causa :P era o mas e os se's eram todos retirados.

Palavras ao sabor do vento disse...

revejo-me imenso nos teus textos , no fundo acho que passamos pelo mesmo (:

Palavras ao sabor do vento disse...

Adoro o teu blog, li os teus textos e para além de bem escritos sao mesmo verdadeiros!Parabens :)
Ando ainda a tentar construir o meu , ver como funciona , amanha vou altera-lo , acrescentar musica e essas coisas , espero que pelo menos chegue aos 'calcanhares do teu' :3

CarlaCastro disse...

Comprendo tão bem..
O tempo passa e ele continua "contigo".
Tem muita força.

CarlaCastro disse...

ao saber isso, já encheste *-* ajudou (:
ohx$ não achas que está muito confuso? estava a pensar mudar.

CarlaCastro disse...

és tão querida *.*
eu acho que está um bocadinho, talvéz as pessoas se fartem um bocadinho como está tudo muito junto.

Rui André disse...

Escrevo sim. E sim, eu arranjo inspiração em muitos sítios :)
(K)

biazinha disse...

Que o vosso amor se recupere :$

Neuza disse...

o amor faz-nos ficar assim.

Carlos disse...

Obrigado :)
É a primeira vez que estou a gostar realmente de escrever alguma coisa.
Os teus textos fazem pensar.São experiências que de formas diferentes todos acabamos por viver, mas tu descreves o que sentes de uma forma muito bonita e sentida,gostei :)

- Sílvia • disse...

- Olá (:
- Deixei um selinho para ti no meu blog!
- É um selinho oficial do meu blog!
- Beijinhos!

amy disse...

Adorei o texto!

Raa º disse...

Tenho um selo novo no meu blog , oferecido pela Sílvia e decidi retribui-lo a todos os meus seguidores em forma de agradecimento . É só clicares no segundo selo que está no meu blog e seguires as regras . Obrigada por seres um dos meus seguidores (: ♥

Palavras ao sabor do vento disse...

Acho que não vai ser dificil orientar-me no blog, faz me bem escrever é como passar para os textos os meus problemas , mas tu deves saber isso melhor que eu (:
O que te levou a criar este blog?

♥ marta. disse...

Com o tempo a dor vai acalmando, apenas ficam as recordações. *

silênciodosegredo. disse...

Selo para ti :$

Palavras ao sabor do vento disse...

Gosto imenso da tua escrita, eu adoro ler mas nunca sei que livros escolher, achas que me poderias aconselhar? :)

Mel disse...

tenho um selinho para ti, (:

Ana disse...

a-d-o-r-e-i *-*

Palavras ao sabor do vento disse...

Gosto de livros assim do genero de Margarida Rebelo de Pinto (:

Raa º disse...

Desafio para ti no meu blog *

Daniela disse...

Aiiee lá vai um ano, e ainda sentes necessidade de escrever (por) ele :x
Fogoo, eles fazem-nos bem enquanto estão connosco porque depois causam um estrago de pioria :O

Lara Filipa GV disse...

Chorei ao ler isto.

Jay disse...

a imagem esta um espectaculo!

Juliana disse...

o amor é permanente não temporário,
logo um amor nunca se esquece..
o sentimento fica sempre,
não tão forte..
olha adorei.

Márcia Pais disse...

E fantástica a humildade presente em cada palavra. Devo dar-te os parabéns, para mim és uma rapariga como uma grande personalidade!
Continua a viver, e sê feliz! (:

M A R I S A ' disse...

Oh querida sei mesmo o que isso é, eu estive assim durante 2 anos... Mas dou-te um conselho, segue em frente e sê feliz :)
Sei que as palavras são fáceis de dizer, mas na maioria das vezes realizam-se. Luta pela felicidade...

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: