A estante.

Pó. Tanto dele que encontro rodeando a estante. Esta por sua vez, está vazia de livros. Não preenche os espaços devidos. Ando à sua volta, tentando perceber de que material é feita: de sonhos destruídos, parece - o que explica o estado degradante. Piso de improviso e sem me aperceber algo com certo relevo, disposto no chão. É um dos livros que devia estar nessa estante, mas não mais há em redor. Sacudo-lhe o mofo que o envolve, leio-lhe o título - "Vida desfeita, a tua" .
Olho para cada prateleira - que muitas são - em cada uma está gravado o meu nome e uma faixa etária. A mais cimeira, diz "Marilena no fim da história".
Vejo que nessa cimeira, há um espaço onde o pó não chegou - foi daí que o livro caiu.
Não há memórias nem escritos de tudo o que fui, de tudo o que fiz, porque no fim, nada importa, nada tem valor, se termino assim , desfeita.

52 Crimes sentidos:

lara disse...

obrigada querida. para mim os teus textos são algo fora do normal, até à ultima palavra sinto uma espécie de mistério também devido à música. adoro adoro

silênciodosegredo. disse...

ofereço-te o meu selo :$
obrigada querida

disse...

obrigada Marilena.
e parabéns mais uma vez pelo texto :)

EspelhoDaMinhaAlma disse...

É mesmo verdade é .

Bom texto,gostei de ler .

VANESSA disse...

adorei , wow *.*
obrigada querida.

Marta D'Almeida disse...

aha :$ obrigadaa, ainda bem que gostaste
posha, como escreves bem +.+

Isabel disse...

Texto lindo :)

Jay disse...

gostei do texto, mas esta supermelancolico.
olha; não sei se leste o post onde digo que vou pôr o blog privado, e como costumas comentar, queria-te perguntar se queres continuar a ler o blog, assim davas-me o mail para eu introduzir nos que eu autorizo :)

Palavras ao sabor do vento disse...

amei o texto, devias pensar em escrever um livro, a serio *-*

Lady Me disse...

Claro que no fim, tudo importa. E de certeza, que no fim a tuas história vai voltar a estar na estante. Alguém a há-de repor.


Beijinhos*

Rita disse...

adorei! deixaste-me com um friozinho na barriga :x
os teus textos são os melhores! :)

(obrigada*)

Joana Carvalho disse...

mesmo *.*

adorei qerida

Catarina disse...

Adorei, estes teus textos são excelentes, uma pessoa até fica sem saber o que dizer.

Beijinho *

Sílvia'Liliana disse...

Tão lindo +.+

Carlos disse...

Obrigado :D
Vou ter saudades de escrever quando acabar a história.
A música de fundo é qualquer coisa, fica bem com os textos, gostei muito.

- Gabrielaa L. disse...

Obrigada meu bem.
Gostei imenso do teu texto :)

patricia meneses. disse...

Pois :x
Obrigada Marilena :)
gostei do textinho $:

Sílvia'Liliana disse...

Vale a pena ver os 3! ;D

sílvia c coelho disse...

Fico feliz por te teres sentido como sentiste.
Obrigada Marilena, sê feliz :)

sílvia c coelho disse...

Mais uma vez, obrigada :)
E acho que a forma fantástica como escreves, merece ser inserida em textos repletos de felicidade.

sílvia c coelho disse...

Tenho a certeza que assim será.

Carlos disse...

Sim, talvez comece outra depois de um exame na segunda fase que tenho que fazer.
Mas só talvez.
Obrigado mais uma vez :)

dannó disse...

qe lindoooo (:

Liliana disse...

é mesmo verdade!
adorei

Ni disse...

Obrigada Marilena :)
Tenho a dizer uma coisa. O teu blog é um mundo. Desde o momento em que começo a ouvir os violinos da música e a ler os teus textos, fico espantada. A sério, escreves de uma maneira mesmo extraordinária. Dá mesmo prazer vir aqui e ler os teus textos.
Quanto ao conteúdo deste, nem sei bem o que dizer :s sempre me disseram que a vida é um livro e que é a nós que nos cabe escrever cada capítulo. Talvez este seja mais um...
Beijinho (desculpa pelo tamanho deste comentário :x)

PR" disse...

Gostei **

M. disse...

limito-me a ver a vida de outra maneira , aprendi a não olhar para trás a não me arrepender . Se as coisas acontecem por alguma coisa deve ser .

Escreves maravilhosamente bem +.+

Afonso Costa disse...

Este texto (e esta música) são qualquer coisa de extraordinário...

A história da vida de cada um de nós não está ainda concluída... Não podes dizer que está desfeita, pois a 'caneta invisível' ainda vai desenhar muitas outras portas, pelas quais tu vais poder optar e escrever o resto da história.

Beijinho*

Sara Santos disse...

que bonito!
beijinhos.

diana alba disse...

mesmo acabando desfeita, tudo importa :) tudo faz diferença, sejam as pessoas que conheceste (boas ou más), as decisões que tomaste e os sítios por onde passaste. e tudo te ajuda a crescer.
e tudo vai melhorar :)

Palavras ao sabor do vento disse...

acho que devias acabar um dos livros , não acabar algumas coisas reflete-se no dia a dia.
talvez a 'historia' que nao consegues terminar seja a tua e um dia tens de lhe dar um final , tu és a escritora e vais decidir se as coisas acabam bem ou nao :)

Ariana Fonseca. disse...

Como eu entendo cada palavra tua. /:
Força *

Lu disse...

o meu anjo, tu nao podes ficar desfeita! Tens de te recompor, de ficar bem contigo, de ficar boa ! Eu quero-te assim, bem... :)

biazinha disse...

Escreves bem :)

silênciodosegredo. disse...

se gostas mesmo do que eu escrevo ve o texto anterior $:

Carlos disse...

Ora bem, digamos que por agora acabou :S
Mas nunca se sabe xD

Carlos disse...

Acho que eu não conseguia escrever um livro, acho que a história é pequena :S
Mas um livro era uma coisa Wow de se fazer. Gosto de escrever portanto, quem sabe um dia xD.

Palavras ao sabor do vento disse...

tambem tens razao, mas algumas coisas têm mesmo que acabar, mesmo sem querermos :x

Violet* disse...

Os teus textos são brutais, mas continuo a sentir que estás muito triste quando os leio :s como não posso fazer nada para ajudar vou continuar a passar no teu blog a espera que os dias bonitos cheguem até ti, beijinhos enormes querida!!

Emanuela. disse...

Oh está tão bem escrito *-*
Força para seguir em frente, muita força *

Alexandre. disse...

Que lindo :O

"Não há memórias nem escritos de tudo o que fui, de tudo o que fiz, porque no fim, nada importa, nada tem valor, se termino assim , desfeita. " Tudo importa amiga, tudo..

Alexandre. disse...

Sim querida, tudo importa mesmo. Se tudo aquilo que foste, não tivesses sido, não terias este fim. Terias um outro, muito diferente.

(não encontro o coment que me mandas'te com o nome da música, podes mandar again x: ?)

amy disse...

Leva-me contigo, haha :b

amy disse...

Já vou começar a fazer :o ahah

Isabel disse...

Vou tentar ^^

Iara disse...

Nossa! Que texto maravilhoso. Parabéns!
Mas a vida é pode sim ser considerada com uma estante as vezes cheia, as vezes vazia, com pó ou sem. O que realmente vale é ter historia para reviver, relembrar, eternizar ou as vezes querer esquecer.
bjoss

Jay disse...

agora ja não (:

ana cristina disse...

tambem estas no mesmo barco que eu?

Juliana disse...

adorei o teu blog,
está assim misterioso,
adorei mesmo.
para não falar do texto :)

silênciodosegredo. disse...

obrigada amor $:

Joana Carvalho disse...

*.*

Aerton - PoetaMudo disse...

essa imagem e´ foto do teu diario ou foi tirada da net ?

gostei de ler...
a parte que diz que ainda nao apanhou po

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: