Deixa-a ir.

Eu cá gostava de pessoas. Hoje fartei-me. São todas iguais, todas agem, fazem e dizem o mesmo. Talvez tenha perdido o interesse, talvez tenha finalmente entendido que não há pessoas diferentes, que não há pessoas como eu. Não sei o porquê de só agora ter conseguido enroscar tal ideia na minha cabeça, visto que há muito que as pessoas e as suas enormes complexidades deixaram de ser novidade para mim. Há muito que as conheço de apenas as olhar. Existem sempre excepções, é verdade, mas isso infelizmente não faz delas diferentes, apenas diferentes daquilo que eu pensava. Oxalá fossemos todos como cães vadios. Vagueando pelas estradas da vida, raramente nos cruzando com os mesmos. As pessoas cansaram-me, destruíram-me. (Já) Não gosto de as amar. Cansa muito o coração, torna-o velho mais cedo e enfraquece-o. O amor mente, o amor trai. Foge sem que te apercebas, e feita(o) tonta(o) lá vais tu procurá-lo algures. Seja debaixo da cama, entre as almofadas do belo sofá que tens na sala, quem sabe até mesmo no microondas. Acreditas nas tuas buscas, mas a verdade é que jamais voltará. Foi comprar tabaco e não volta. Talvez, ainda fume um cigarro em memória de ti, como forma de celebrar o alívio de te ter deixado. Ter-te deixado depois de tantas palavras cheias de nada, de beijos sujos, de abraços forçados e de noites em que tu realmente pouco ou nada importavas. E tu, pobre e coitada(o), acreditaste em tudo, iludida(o) de que realmente fosse possível. E bem, não é, nem nunca será. O amor é uma ilusão da alma. Sim da alma, porque ela também sonha. Portanto, livra-te dela! Fá-la rebolar em gasóleo, deita-lhe fogo e observa a tua prisão abrindo-te as grades. Despede-te dela e dos sentimentos que sempre te arruinaram a vida. Despede-te e abre os braços à liberdade.
Agora és tu, sem nada que te faça sentir, sofrer, chorar. Nada que te torne vulnerável e instável. Nada que te torne em algo que não queres ser. Agora, és livre.
É. Um dia vai ser assim. Tu também irás arder.

10 Crimes sentidos:

. Sofia . disse...

Pessoas.
Começo a pensar da mesma maneira e é triste. :/

Btw, amo a música! O Pedro Abrunhosa esmerou-se.

. Sofia . disse...

Muito obrigada! :)
Eu também não sei. :)
Mas eu estou a participar num sorteio e uma das condições era registar-me no site e fazer mais amigos meus registarem-se.
E como não se paga nada, eu aderi.

Paula disse...

simplesmente fantastico. Cada palavra é como se expressa-se. Não existe só porque uma dia alguém a decidiu lá colocar.

AMEI +.+

daniela disse...

também já me senti assim, marilena. um beijinho *

Margarida disse...

Adorei :)

Lu disse...

Li cada palavra do texto, e interiorizei cada uma. E sabes? Eu cheguei à mesma conclusão, não ha pessoas como eu e cada vez desiludem mais =/

Mas nós somos as meninas fortes não é? :)
Gosto de ti<3

Alexandre. disse...

Está lindo!

Cátia Mourisca disse...

LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Aileen disse...

Pushaa nem há palavras. Que texto. Adorei e li-o mais do que uma vez. Tudo o que dizes é verdade, é profundo! E sim, às vezes é necessário nos desfazermos da alma, quando ela nos ludibria para coisas que não são verdade.

Ana Dória disse...

"É. Um dia vai ser assim. Tu também irás arder."

Perfeito.

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: