Ai se ele cai - vai-se partir *

E faz quase duas semanas, que a minha boca prejudicou toda a minha vida. Faz duas semanas que deixei de te sentir, de te ver, de te poder olhar nos olhos e dizer que te amo. Faz duas semanas que o mundo caiu sobre mim.
E hoje, quando olho para tudo, para os medos e para as inseguranças, para as tristezas e para cada lágrima que desejei verter, e lembro que tudo isto era minimizado por ti, só posso agradecer.
Quem me conhece, sabe que quando deprimo é por motivos que me são tão chegados ao coração, e que tão cedo podem partir. Partem se lhes dás ajuda, partem quando amas este coração. Sozinha, pouco longe posso ir. Sozinha, nunca voei alto. É por isso que continuo dizendo que só contigo sou alguém, só contigo sou feliz. Estás comigo, mesmo quando estás ausente. Minimizas os meus medos, as minhas angustias. Ouves-me mesmo quando não me entendes, e quando assim é esforças-te para compreender. Contigo voei alto, tirei os pés do chão e toquei as nuvens, aquelas bonitas lá bem alto. De repente, sem tempo de aquisição de para-quedas, ouviu-se um estrondo.
Cai por terra. Desfeita de corpo e alma tentei erguer-me. Ainda ali estou.  Estendida no chão de coração na mão. O sangue não o vês, já secou dentro das veias e se vaporizou. Os olhos, ainda brilham como quando te olhava cheia de amor. O sorriso, está lá escondido no coração, aquele que está suspenso quase a cair ao chão. O amor parece agora tão longe, a dor tão perto. A queda foi desastrosa, não sei para quantos dos passageiros que este amor transportava. Não sei, o brilho de amor destes meus olhos ainda não me deixou perceber metade do acidente, este meu coração, ainda bate, mesmo separado do corpo. Esta minha alma, vagueia, perto de ti, com a vontade de te proteger e guardar. Mas sem corpo, a alma nada faz, nada pode. Sem ti, a alma não volta, o coração cairá, e o meu corpo, permanecerá naquela estrada para o resto dos tempos. Sem ti, nada posso, nada quero, nada consigo, nada sou.
I'm waiting *

63 Crimes sentidos:

Lu disse...

"contigo voei alto, tirei os pés do chão e toques as nuvens, aquelas bonitas lá bem alto. De repente, sem tempo de aquisição de para-quedas, ouviu-se um estrondo."
como eu te percebo Mari *.*

Alexandre. disse...

Sem ele, tu tudo podes, tudo queres, tudo consegues e tudo és!

Alexandre. disse...

agora não é, mas vai ser..

Alexandre. disse...

até lá é lutar com força e determinação, (:

Sara Martins disse...

escreves tão bem :O adorei todas as linhas que percorri deste texto maravilhoso*

Sara Martins disse...

PEDRO *.*

Querida, o meu blog não é nada de especial. Agora o teu, jesus!

© color dream , disse...

muito obrigada! :$
eu amo este blog *.*

Sara Martins disse...

é verdade querida :) não estou a gozar* acredito que sim. logo a música aqui a tocar, e logo um comentário no meu blog PEDRO *-* :)

Alexandre. disse...

tens que seguir com a tua vida em frente, de cabela erguida..

KákáChi disse...

Cada frase, cada linha, cada pensamento. Como te compreendo.
Força! ^^

Ariana Fonseca. disse...

Força, eu estou aqui :)

lara disse...

há que ter esperanças. e também fazer delas alguma coisa pois só assim valem a pena. muita força

Isabel disse...

Ainda bem que voltaste minha querida *.*

A extensão do pensamento. disse...

Obrigada. Eu amo o teu blog :)

Catarina disse...

Querida por muito que gostes da presença dele ou que gostavas , sabes que tens que seguir com a tua vida em frente, tens de ter esperança que serás feliz mesmo que seja sozinha mas sempre acompanhada pela familia e amigos.

Muita força

Beijinho *

Cátia Mourisca disse...

MELHOR QUE ISTO É I-M-P-O-S-S-Í-V-E-L <3

Ana Dória disse...

Adoro, adoro os teus registos *.*

bárbara * disse...

Gostei Marilena *.*

ana cristina disse...

há tanto tempo que vejo esse coração sofrer :/

Isabel disse...

Obrigada Marilena (:

cátia sofia disse...

"Sem ti, nada posso, nada quero, nada consigo, nada sou. I'm waiting."
Simplesmente genial. Estamos as duas num barco igual. De coração na mão.

cátia sofia disse...

de mãos dadas ultrapassamos isto :)

Cátia Mourisca disse...

(:

yasmim disse...

obrigada, obrigada minha querida *.*
amo a música , é mesmo linda !

Cláudia disse...

Adorei!

DS disse...

gostei imenso.

Rita da Maçaroca disse...

oh minha querida o meu nao se parte tao cedo ;) nao estou para ai virada sequer. :)

M A R I S A ' disse...

Mas infelizmente não conseguimos ter tudo aquilo que precisamos :s

jo disse...

marilena, eu dei tudo por tudo por ele, nunca lhe virei as costas em toda a minha vida, e no entanto, nas situações mais complicadas da minha vida, ele virou-me as costas.
não lhe perdoo.

p. disse...

Muito obrigada Marilena :)
Que post tão mas tão bonito :o

Liliana disse...

adoro a tua escrita dramática, adoro!

RuteRita disse...

oh claro que sim, mas so se desistires (:

Alguém... disse...

Força*

RuteRita disse...

muito obrigada querida

anacoelho. disse...

Por vezes é preciso estregarmos as coisas para sentirmos a falta que faz!
Gostei muito*

M A R I S A ' disse...

Esta foto está linda *-*

FLÁVIOMATA disse...

Aquela gente põe problemas em tudo o que faço xD

jo disse...

A vida continua , para a frente é que é o caminho, por mais pedras que este tenha!
força minha querida marilena *

Tátjii* disse...

consegues se não desistires querida (: muita força

yasmim disse...

obrigada minha querida.
gosto mesmo do teu blog +.+

DS disse...

obrigada :$

MADU disse...

está lá tudo querida.. Não entendo a tua dúvida.

MADU disse...

Ou talvez meu por não me ter exprimido bem. :x

MADU disse...

ok. :x

Jess disse...

está fantástico, como te entendo..

Jess disse...

Lindo texto. Arrepiei-me tanto, ao ler este texto, e depois com esta musica que adoro. Ainda para mais, eu já senti tudo o que aqui escreveste. Tudo. E a primeira frase encaixou logo no que vivi.. '' a minha boca prejudicou toda a minha vida.' foi isto que me aconteceu.
Só te posso dizer que eu esperei, e lutei.. e mesmo que ele estivesse magoado, continuou a lutar também, porque no fundo nenhum de nós queria desistir de tudo o que já tinhamos. Nenhum de nós queria desistir desses olhares que brilhavam de amor. Nenhum de nós queria desistir do que já tinhamos criado. Dos sorrisos, dos abraços.. E tudo aconteceu por uma razao. Agora estamos bem, unidos, fortes e grandes. E serviu para crescermos.. e percebermos que um sem o outro não eramos nada, nem conseguiamos ser ninguem..
Isto foi um pedaço da tua historia, e só espero que a tua acabe assim também. Gostei mesmo muito. Aliás, senti mesmo muito. *

Patrícia Costa disse...

Grande escritora*

Tátjii* disse...

mas um dia vai haver um click, e vai ser tudo mais fácil (:

ana cristina disse...

obrigado :')

Carla disse...

obrigada querida*

Stéfanie* disse...

nota-se mesmo que é um texto sentido ! força querida**

Maria Viana disse...

que mundo de blog :O
esta tao lindo!
voou seguir, segues tambem o meu? $:
beijinhos*

ana cristina disse...

obrigado :')

Maria Viana disse...

Pois /:

Patrícia Costa disse...

`**

Stéfanie* disse...

boas festas **

Carla disse...

muito obrigada (':
e adorei..

Roxye disse...

eu sei,custa muito perder quem mais amamos mas não desanimes,pode ser que tudo volte ao que era,dias melhores virão.. gostei do texto e do blog,vou seguir. Feliz natal querida,e ânimo!

Isabel disse...

Está lindo querida *

PauloSilva disse...

Agarra o teu coração e aguarda que um dia todo esse medo e toda essa dor vão desaparecer.

Gostei *

SofiaBasto disse...

Adorei!
Mas so te posso dizer que nada esta perdido, há sempre maneira de voltar atras, há sempre alturas de mudar a nossa vida.
Acredito também que junto daqueles que mais gostas encontraras o apoio necessario para voltares a olhar a vida feliz!

Beijinho

Cátia Mourisca disse...

HAPPY NEW YEAR, :)

Tatiana Soares disse...

Adoreii o seu blog, liindo demais
siga o meu
www.sentimentosdeumaadolescnte.blogspot.com.br

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: