Tardes assim.

São dias assim que recordava. Era de dias assim - ou momentos - que tinha já me enchido de saudade. Dias em que se ri e se chora de tanto se rir. Ri-se sem motivo. Da desgraça dos outros. Ri-se porque um saco fura e porque outro tem um caso. Ri-se porque se sonha com algo que não faz sentido mas nos envolve. Ri-se porque as frases que saem boca fora não pedem licença e entram a matar. Sim, a matar. Matam a tonta sensatez com que por norma se fala. Eram de momentos assim que esperava regresso. Momentos em que se fala sem nunca cansar, seja do mesmo ou do novo. Conspira-se a vida dos outros, eleva-se o nosso mesmo ego, espreita-se o futuro e enxotam-se os que não nos percebem nem nos querem. Relembra-se um passado, partilha-se o mesmo por não ter sido vivido em conjunto. Sorri-se, comem-se gargalhadas por entre chá, madalenas e pãozinhos que sabem a chocolate mas que nem sequer o têm. Eram tardes assim, na tua casa ou na minha Na da tia também dava. O importante é que sejas tu e eu. O importante, é que ainda sejamos nós, passado tudo e passado todos.
Afinal de contas, não foi sempre isso que apenas importou? 

50 Crimes sentidos:

Rute disse...

Que lindo !
Não é verdade, é só para terminar o post (:

lía disse...

gostas de muse tambem :p eu secalhar vou ver o concerto deles a espanha :p

Ritinha disse...

que lindoo *.*

- Silvia ♔ disse...

Concordo e adorei (:

Rute disse...

Não, so o quis terminar de uma forma marcante

Cátia Mourisca disse...

UM SELINHO PARA TI MINHA QUERIDA*

Rita da Maçaroca disse...

É sobre uma senhora que perdeu o marido num acidente de viaçao. Depois ficou sozinha com a filha e voltou a juntar-se com um policia, com o qual teve outra filha. Um dia tanto o policia como a filha do anterior casamento apareceram mortos em casa pelas maos de um senhor que ia arranjar umas coisas lá a casa deles. A historia gira à volta desse homem criminoso, a quem foi lida a sentença de morte e agora ele quer doar o coraçao dele à filha do policia, que tem um problema cardiaco que só se resolve com transplante.

lía disse...

eu queria ter ido mas nao pude. e entao? impressionaram-te?

Alexandre. disse...

Esse texto podia ter sido escrito por mim. Hoje tive uma uma tarde que há muito esperava <3

Alguém... disse...

Afinal, é só isso que importa (:

Cátia Mourisca disse...

De nada minha querida*

disse...

aahhah eu perdoo-te também fiquei a olhar para o «télephone» da imagem. XD

e sim, eram estas que faltavam, meu pequeno amor que ruge como leão *.*

MissBlueBuble disse...

Oh! Obrigada! =)
O teu tem um design muito giro! ;)

VANESSA disse...

obrigada, adorei mesmo *.*

rafaela veiga disse...

é isso que realmente importa.

lara disse...

adoro dias desses, chego a casa e dói-me imenso a cara e a barriga de tanto rir mas sabe tão tão bem.
escreves lindamente e as tuas músicas.. *.*

FLÁVIOMATA disse...

É mesmo *.*

Ritinha disse...

aii os muse lindos, grandes e perfeitinhos *.* que eu gosto tanto :) é para confessar que ando um bocado (grande) viciada nas músicas deles, principalmente na que tens aqui ;p

Catarina disse...

Gostei mesmo muito e adoro a tua banda sonora deste espaço maravilhoso .

Beijinho *

alexandrapinto disse...

Que blog lindo *.*

Neuza disse...

esta musica dos muse é qq coisa :)

lía disse...

também gosto de Snow Patrol *.*

Catarina disse...

Obrigada querida e boas ferias tambem para ti

Liliana disse...

muse, adoro!!

Inês Sérvio disse...

há dias assim -.- infelizmente!

N. # disse...

Adorei adorei *

ana cristina disse...

ajudas? obrigado querida Marilena :')

ana cristina disse...

obrigado, mesmo :')

Cátia Mourisca disse...

Lindo Marilena *

a extensão do pensamento. disse...

Obrigada. Tens uma grande qualidade textual :)

Pedro Bom disse...

Saudosista LOL

Moreira disse...

Rir é o melhor remedio...Rir é a cura, a solução para algumas doenças e para algumas situações, podemos perder quase tudo mas nunca o sorriso... ;) gostei!

Ritinha disse...

também foste vê-los ou vivo? :o
aii eu morria *.* são perfeitos perfeitos !

Mel disse...

show!!!!

AM disse...

Eu pergunto o mesmo: não é o que resta? Não é o que existiu sempre e o que supostamente relembrará a eternidade inerente à cumplicidade?
Eu sinto saudades de momentos assim também, sabes? Passo nesta altura por isso mesmo. Sinto saudades, mas até do silêncio sinto. Aquele silêncio que dança entre os olhares e todas as expressões e gestos. Devia ser o importante independentemente do tempo e distância...

AM disse...

Nem duvides :'( Sabes o que costumo dizer? "A saudade é o que fica de quem não pdoe ficar", ams sabes o que magoa? As pessoas poderem ficar e não lutarem por isso...

Ritinha disse...

aii que sorte :o
rock in rio? *.*

AM disse...

Carago, consome-te por dentro. Lutar sozinha cansa e chega um momento que deixa de dar o mínimo efeito... É uma merda, ponto. Eu juro que me irrita. Não é só cobardia, é quase indiferença. Afinal o que é que havia?!

Moreira disse...

obg :)

AM disse...

É melhor sofrer a dois do que decidir pelos dois. É das coisas que mais odeio, porque afinal são sempre precisas duas partes, uma só não vale de nada. É remar contr a maré e quando acontece acertar no sentido da corrente, a força não é tão sentida porque falta a razão de existência dessa mesma força.
Tens razão, sim. Não é bem indiferença, ma sé quase o que transmitem porque os passos são sempre de um lado, o esforço idem, a luta......

lá love disse...

que lindo :o **

Ritinha disse...

aii que sortee :o

AM disse...

Eu tenho uma amiga bissexual e é quase o mesmo. somos humanos e o que acontece com uns pode muito bem acontecer com outras. É diferente, mas os problemas ao fim e ao cabo são os mesmos.

lara disse...

de certa forma acho que a primeira opção nos leva à segunda não é? é capaz..

AM disse...

Os problemas surgem sempre e acho que é tudo uma questão de personalidade. Há que saber lutar e há que saber que são duas pessoas que se tÊm de comportar como uma...

AM disse...

Mas isso nem com esquemas, nem com contas, nem com abcedários, nem com sei lá o quê....

AM disse...

Agora falaste mesmo bem! O coração...

Sim, sou :')
[queres que partilhe e depois apagas o comentário?]

AM disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
R* disse...

Adorei! Amizade acima de tudo querida!

AM disse...

Desculpa não dizer nada, mas estou sem telemóvel por tempo indeterminado :s
o carregador pifou e não há ninguém q tenha um igual, e eu não tinha outra maneira de te avisar excepto pelo blog...

Eu mal possa digo algo, mas não sei quanto tempo demora a ter aquilo arranjado :(
xi-<3 querida (:

[ps: depois podias apagar o meu nº dos comentários pf? Ele ficou aqui expostoe eu não queria, s enão te importasses :X desculpa..]

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: