Olhá bóla de Berliiim !

E cá não me importo. Pensado já está ! Só me faltam cúmplice e adeptos! Hei-de fazer as comprinhas às velhinhas: massa, arroz, pevide para a bela da sopa, legumes e fruta que rejuvenescem a alma - já que o corpo não passa de rugoso. "Aqui está minha senhora". E lá vai ela de pé pequeno e de marcha lenta, buscar a gorjeta para me dar de boa vontade - e porque assim acordámos, diga-se. "Que riqueza de menina" há-de pensar. Não que não o seja, mas há que progredir mais dentro do termo. Mas as compras não roubam muito tempo, e fazem-se a qualquer hora vaga que se tenha. E como não preenchem o vazio completo das horas livres , hei-de também buscar meninos à escola. E tomar conta deles e de irmãozinhos mais pequenos, até os papás chegarem a casa do trabalho que lhes consome toda a semana. Alguns fins de semana - se gostar do fedelhos - também lhes dedicarei algum tempo. Mas se uma velha morrer e não houver mais compras a fazer, ou se um fedelho rabugento imigrar ou emigrar, eis que surge uma nova dedicação ! E como fotógrafos hoje saem caros, lá vou eu, de machine na mão, fotografar aniversários de gente feliz - e que ganha bem. Cafés e pastelarias também são opções, lamber selos e envelopes também não se põe de parte. Todos os trocos são bem-vindos. Até se aceita caridade. Tudo, entra em vigor em Outubro - Sim, sim, estou mesmo para ver!

Acredito que muitos não percebam nada do conteúdo e do seu nexo.

34 Crimes sentidos:

Bernardo disse...

Imagem perfeita :D

lara disse...

se é o que eu realmente estou a pensar, também quero e alinhava nisso tudo mas só com companhia :x

lara disse...

eu estou a pensar, aqui para mim, que queres trabalhar, fazer alguma coisa, errei ?

Alexandre. disse...

Eu acho que até percebi algo, :b

Alexandre. disse...

Pareceu-me que queres arranjar trabalho xD

lara disse...

pois era o que eu também queria. não acredito é que haja velhotas que façam isso :s já estive a procurar mas por estes lados não se encontra nada, eu até lavava escadas -.-

Alexandre. disse...

eu sabiia :c

lara disse...

apesar de não saber mexer com as caixas e tal não me importava nadinha.

RuteRita disse...

E eu do teu querida

danó disse...

Obrigada (:
ahah gostei muito da imagem*

- Silvia ♔ disse...

Percebesse muito bem!

sunshine disse...

pois, acho que sim :P

a extensão do pensamento. disse...

Ainda bem que gostaste querida :)

Erica Ferro disse...

Ser mulher e mãe não é tão fácil quanto se pensa ser, hehe. Mas deve ser gratificante.

Moreira disse...

Eu percebi lool ;)

Lu disse...

pois, eu nao percebi muito nao :/
mas o texto esta bem escrito ;)

FLÁVIOMATA disse...

Oh, obrigado querida :)
Que imagem brutal, AHAH

- Gabrielaa L. disse...

Obrigada e ainda bem que gostas-te :)

Carla disse...

selo para ti no meu blog (:

Raquel ♥ * disse...

obrigada minha querida (:
ofereço-te também a ti o selinho oficial do meu blog *

Violet* disse...

é uma ideia gira da tua parte =) e faz muita gente feliz :P

p.s: a imagem tá msm engraçada lol

ana cristina disse...

eu fui uma delas a não perceber :s

- desculpa a minha burrice

J disse...

eu sou uma das que não percebe o seu conteúdo e o seu nexo

Marta D'Almeida disse...

OBRIGADA :$

sunshine disse...

oh querida, obrigado. eu também estou aqui sempre que precisares :) *

RuteRita disse...

Obrigada Marilena (:

AL disse...

esperemos que seja uma coisa boa, então

Joana Carvalho disse...

obrigada qerida :)

ana neves disse...

wow que blog lindo $: , vou seguir !

espero que sigas o meu :b , beijinho* :)

Liliana disse...

achei fantastico

Catarina disse...

Gostei

lá love disse...

adorei :o

AVOGI disse...

adorei a imagem retrata bem a mulher domestica cheia de filhos e de trabalho. adorei mesmo. kis :) boa semana de trabalho ferias ou descanso.

Lady Me disse...

Gostei da imagem e parece-me que queres arranjar algo pra fazer, para preencher horas vagas.


Beijinho*

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: