Metamorfose.



Lembro, aquela timidez que te envolvia, daquela saudade que possuías, longe de mim. Lembro a vontade de construir não-sei-quê-bem, mas que englobasse montões de felicidade. Montões dela queríamos nós. Sei, daquelas histórias que de lado nenhum me pertenciam, das justificações que de lado algum me devias, mas que dizias sentir ter de dar. Sei, do ciume ameno e saudável que falavas ter, quase pela primeira vez em tanto sol posto. Lembro, de ter sido por um dia a Tua Mulher, dito com um beijo final e um sorriso envergonhado. Mas isto tudo, foi ontem.

Hoje, as palavras sofreram uma metamorfose. Viraram pontos de interrogação numa sebenta que faz de vida, faz de minha. Eu, que te designava por transparente, e me deixei enganar tão bem. Eu, que acreditei já ter aprendido e me deixei ir nas tuas falinhas cozidas à lareira. Acreditei, senti, e como de costume, me desiludi.

Não percebo ainda, como mentiste tão bem, ou como mudaste de repente.
Não percebo, como me curaste daquele mal, para te tornares tu nesse mesmo.

49 Crimes sentidos:

m.sunshine disse...

última frase do texto, é genial.

Catarina disse...

Simplesmente adoravel
Oh querida como era bom ouvirmos aquelas palavras meigas, vermos aquela timidez que se tornava mesmo fofinha.
É dificil entendermos como é que a outra pessoa curou tudo tão depressa, custa mesmo acreditar que as pessoas possam mudar assim tão repentinamente que depois já não sabemos que o que vivemos foi assim tão verdadeiro como pensavamos e como nós sentiamos.

Beijinho querida *

jo disse...

As tuas palavras dão cabo de mim!
escreves lindo , e quero que sejas feliz. <3

disse...

Tu escreves mesmo tão bem!
Sê feliz :D

dannó disse...

São essas mudanças que ás vezes também não percebo :/

Alguém... disse...

Os teus textos são sempre tão bons...tens um dom.

Beijinho*

Catarina disse...

Texto novo no meu espaço

Jay disse...

o fim, woooooooooooooooooooooooow

♥ marta. disse...

Os teus textos são um esboço do teu coração.
Lindos, L-I-N-D-O-S!

Paula disse...

Escreves tao maravilhosamente bem marilena (.

Catarina disse...

Obrigada
Achas que está assim demasiado expressivo é que o textinho é sobre o melhor amigo e não quero que pareça que é demasiado amoroso naquele sentido de " amor ". Percebes ?

Violet disse...

não sabemos mesmo como conseguem mudar tão drasticamente. aliás, acho que não mudam, apenas nos enganam com muita muita prática. e isso até é pior, faz do sentimento um engano. dói tão fundo.

Catarina disse...

Que querida *.*

dannó disse...

Se são Marilena :/

♥ marta. disse...

Como metes assim o teu blog? :$

Jay disse...

está lindoooooo
nunca tinha reparado que escrevias tão bem, damn
só agora nestes ultimos dias

♥ marta. disse...

"Características efémeras" "Destinos (des)conhecios"..
Essas partes e da maneira que tens.

Raa º disse...

adorei :b

sim apareces a seguir-me , também te estou a seguir :b

♥ marta. disse...

Gostava de ter, mas não sei como se faz. :s

Jay disse...

É verdade!

Isabel disse...

Escreves tão bem *

Carolina disse...

Fantástico :D

Inês Sérvio disse...

eu acho que quando dormimos esquecemos os maus momentos, pelo menos comigo acontece isso.

Gabriela disse...

Bem, eu digo o mesmo do teu! QUE LINDO :O
Adorei *-*

Ni disse...

Quando leio os teus textos, sinto-me um pouco menos sozinha. Escreves lindamente.
Hoje estava num momento de tristeza espontânea, aqueles que aparecem quando vemos/ouvimos/lemos algo que nos faz lembrar alguém, e o teu comentário deu-me um pouco mais de força e de repente, o nó na garganta desapertou-se um pouco e consegui engoli-lo.
Obrigada, muito obrigada :') *

M' disse...

Há tanta coisa que eles fazem que nós ficamos a pensar "espeeera, isso surgiu de onde?" e desiludem-nos tanto que merecem cair na sua própria porcaria e rastejar atrás de nós --' revi-me nas tuas palavras, também me aconteceu algo semelhante.

Jessica disse...

Amei.

patriciaa disse...

está lindo *.*( mais uma vez)
"Acreditei,senti,e como de costume, me desiludi",não podia me identificar mais com estas palavras :x

L.A disse...

Dize-mos todos o mesmo, nunca mais, ate voltar a acontecer. O trasparente é invisivel, e o invisivel é incerto, nao é assim?
Adorei este em particular (:

Neuza disse...

tu escreves tão bem :o

L.A disse...

Talvez um dia contra todas as espectativas possamos dizer uma coisa diferente no ultimo momento e mudar rumos para sempre. nao era bom?

Isabel disse...

Querida, já tens os códigos daquilo que há um tempo atrás te pedi? =$

Isabel disse...

Era o código contra o plágio =$

claudiarodrigues* disse...

mesmo muito frustrante e muito pior que isso é saber que não vale a pena tentar :'x
obrigada (:

patriciaa disse...

muito obrigada (:

Gabriela disse...

Obrigado :3, no fim deixei-os cair sem querer ._.

diana alba disse...

Não dá para entender essas pessoas, que nos mentem, que nos usam, que nos desiludem tanto :$

Joana disse...

As pessoas mudam! :$
E aquelas promessas de construir coisas futuras, ficaram com reticências.

vanessa marques disse...

a quem o dizes .
gostei do teu post , eles têm o dom de mentir tão bem , e de nos enganar .

Isabel disse...

Muito obrigada pela informação Marilena :)

- raquel quitério disse...

e para mudar isso basta querer (: obrigada pelas palavras.

♥ marta. disse...

Como me dizes que ele voltará? Ele está longe de ser o que era comigo. :s

Cátia Barbosa disse...

A vida não devia de ser assim:(

- Gabrielaa ♥ L. disse...

Obrigada e ainda bem que gostas.te do meu post

neechee disse...

texto forte. bonito ♥
gostei, (:

Ana Dória disse...

A cura, torna-se a doença.
É preciso ser-se bem perspicaz para tal se ver.
Por este texto, creio que os és.

Beijinho :)

jessica disse...

«Não percebo, como me curaste daquele mal, para te tornares tu nesse mesmo.» lindo lindo lindoooo!

Daniela disse...

Ohh Raparigaa, possuis um dom de palavras fascinantemente loucoo *.*
Escreves bem nas horas :), Gostei tanto (mais uma vez :D)

Mayara Caroline disse...

'' Não percebo como mentiste tão bem , ou como mudastes de repente , me identifiquei muito , e achei esse teu texto lindo , me cativo bastante , ecreve super bem mesmo ... tá de parabéns , vc devia ir pra o tudo de blog da capricho heein que taal ?

Enviar um comentário

Liberta a tua mente e deixa que o pensamento te leve palavras aos dedos, partilhando assim comigo ideias, questões e críticas, não deixando nada omitido.
Obrigada pela tua leitura atenta: